Aumento do Bolsa Família: Novo valor para 2017

O Governo Federal anunciou ainda em 2016 um reajuste de 12,5% para o Bolsa Família. O aumento dos valores já começou a ser pago em julho do ano passado e continua o mesmo para o ano de 2017. O valor médio do benefício passou de R$ 162,07 para R$ 182,31.

Com o reajuste, os valores mensais máximos para quem pode pedir o auxílio ficou entre R$ 85 e R$ 170 mensais por pessoa. Durante o ano de 2017 não haverão mais aumentos do Bolsa Família, desta forma este serão os valores definitivos para o período, conforme informou o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDS).

Muitos beneficiários nas redes sociais estavam na expectativa de um novo aumento do benefício para 2017, mas com o aumento em julho do ano passado, um novo reajuste deve acontecer somente nos próximos anos.

valor-bolsa-familia-2017fb

Tabela de aumento do Bolsa Família em 2017

Confira abaixo como ficou o aumento dos valores de acordo com cada classe do Bolsa Família.

  • Famílias que recebem R$77 mensais: O novo valor passará a ser de R$85 (situação de extrema pobreza)
  • Famílias que recebem R$154 mensais: O novo valor passará a ser de R$170 (situação de pobreza)

O índice de aumento do benefício, de 1,5% está acima da inflação dos últimos 12 meses. O Governo estima que mais de 14 milhões de famílias já estão recebendo o aumento do Bolsa Família.

Calendário de pagamentos

Os pagamentos para o ano de 2017 serão feitos de acordo com o novo calendário do Bolsa Família 2017, que já foi divulgado de forma oficial. Para saber quando seu pagamento será feito, basta verificar o último número do NIS Número de Identificação Social (NIS), impresso no seu cartão, e relacionar com a tabela abaixo. Para cada final, há uma data correspondente por mês, que indica o primeiro dia em que a família poderá fazer a retirada do dinheiro. O valor fica disponível para saque por 90 dias.

calendario-bolsa-familia-2017

Quem pode receber o Bolsa Família

De acordo com as regras do programa, tem direito a receber o benefício famílias que estão em situação de extrema pobreza ou de pobreza. É preciso manter os dados do cadastro único atualizados a cada 2 anos, para que seja feita a análise da família pelo órgão, verificando assim se a mesma tem direito em receber os valores.

  • Famílias extremamente pobres: renda mensal de até R$ 85,00 por pessoa.
  • Famílias pobres: renda mensal entre R$ 85,01 e R$ 170,00 por pessoa.
  • Famílias pobre com renda mensal de zero a R$ 170,00 por pessoa, que possuam em sua composição adolescentes entre 16 e 17 anos.
Aumento do Bolsa Família: Novo valor para 2017
4.5 (90%) 2 votes

4 comentários

  1. Mirineide dias Santos 12 de Janeiro de 2017
  2. Ligiane 14 de Janeiro de 2017
  3. salete duarte 24 de Janeiro de 2017
  4. simone 17 de Fevereiro de 2017

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *